Pular para o conteúdo

A noite e o meio

Exemplar do livro A noite e o meio

Ler os poemas de Beth Brait Alvim é acompanhar o caminho da gota de suor desde os subterrâneos da pele até o exterior. Entre a promessa de dar a ver seu jogo e a alternância entre as esferas do terrível e do sublime, em mais de um momento a sensação de arder é evocada pela escritora, que se comunica com seus leitores por meio das sensações, com certo privilégio para aquilo que vem do sentido do tato e dos sabores e odores. Mesmo quando as cores são evocadas, elas estão presentes no poema como estados corporais, a exemplo do vínculo entre o azul do céu e a sensação de apaziguamento associado à morte em “Pedido”. Essa ancoragem na experiência corporal é particularmente relevante na poética de Beth Brait Alvim quando se observa o conjunto de preocupações que mobiliza a autora, que além das dimensões imediatas da existência, parece ter um terceiro olho permanentemente voltado às possibilidades do real. Em outras palavras, ela parece procurar nas experiências - e nas pessoas - algo que elas ainda podem vir a ser, algum devir que pode ainda se manifestar naquilo que se mostra aos seus olhos numa forma ainda incompleta. Tal inclinação articula-se a uma noção de fecundação e fertilidade do mundo, presente em poetas que, como a desse livro, num gesto de incisiva delicadeza, buscam elevar nossa realidade à enésima potência. Para nós, leitores, fica a possibilidade de alimentarmo-nos dessa seiva-suor e vislumbrarmos novos horizontes de experiência deste mundo que parece nunca deixar de nos surpreender.

R$30,00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Comentários

%d blogueiros gostam disto: